Passarela do Maracanã

Passarela do Maracanã

Passarela do Maracanã

Da Quinta da Boa Vista ao Maracanã.

De um lado, o mais importantes estádio de futebol do planeta, palco principal das Copas de 1950 e 2014. Totalmente revitalizado, o Maracanã é hoje um das mais modernas arenas do mundo, objeto de desejo de jogadores e torcedores de todas as partes.

Do outro, a Quinta da Boa Vista, que, no século XIX, hospedou a família imperial brasileira e chegou a ter mais de um milhão de metros quadrados de área, avançando pelo espaço hoje ocupado pelo Maracanã. Atualmente, é um parque municipal, que abriga o Zoológico do Rio e o Museu Nacional de Arqueologia e Antropologia.

Entre os dois, uma passarela de 530 metros de extensão sobre a via urbana e a linha férrea, com largura variando de 5 metros no vão livre a 9 metros nas rampas.

“A passarela é importante para facilitar a locomoção das pessoas, que podem andar a pé e desfrutar do parque mesmo em dias de jogos. Há 25 pontos cardeais e intermediários demarcados no chão, que remetem ao eixo central do campo, de modo que se saiba exatamente onde está em relação ao gramado. À noite, esses pontos são iluminados”, explica o engenheiro Mauro Bonelli, responsável pela execução do projeto. “Quem passar por ela, descobrirá novos ângulos de cartões postais cariocas, como o Maracanã, o Corcovado, o Museu da Quinta e a Mangueira”, acrescenta.

Durante a Copa do Mundo, a passarela foi escalada para interligar o estádio a uma área do Exército que funcionou como suporte para os jogos. Depois, passou a fazer a integração de todo o bairro do Maracanã e da Grande Tijuca com a Quinta da Boa Vista.

FICHA TÉCNICA:

Data da Obra: 2013
Local: Maracanã – Rio de Janeiro
Cliente: Odebrecht

23 de julho de 2014