Metrô Estação Uruguai

Metrô Estação Uruguai

Estação Uruguai

Uma solução criativa e inovadora.

A estação Uruguai do metrô do Rio de Janeiro foi construída no lugar que originalmente abrigava um túnel de manobras e estacionamento, conhecido como “Rabicho da Tijuca”. Os pilares de concreto que sustentavam a estrutura existente precisavam sair para abrir espaço para o embarque e desembarque de passageiros. Além disso, toda a obra deveria ser desenvolvida abaixo da Rua Conde de Bonfim, sem que houvesse qualquer tipo de interrupção no tráfego local.

No projeto inicial, os pilares de concreto seriam substituídos por pilares-árvore metálicos de quatro hastes em “X”. Isso demandaria o escoramento total da estrutura antes da demolição dos pilares originais. Além da complexidade e dos riscos da operação, que exigiria dois momentos de transferência de carga, o prazo previsto para a montagem da nova estrutura – 13 meses – precisaria ser reduzido.

Em vez dos pilares em X, de quatro hastes, especificamos uma linha única de pilares-árvore com seis hastes radiais. Com isso, aumentamos a distância entre os pilares de 2 para 6 metros, beneficiando a circulação dos usuários na plataforma.

Posicionando as pontas dos braços entre as colunas existentes, conseguimos fazer a substituição dos pilares de concreto com apenas uma transferência de carga. Toda a montagem levou apenas cinco meses, oito a menos que o previsto. Para executar a obra, foram desenvolvidos equipamentos e soluções específicos.

Como reconhecimento à inovação e à qualidade do trabalho realizado, a obra recebeu o Prêmio de Produtividade da OAS e a Casagrande Engenharia o Prêmio Talento da Engenharia Estrutural, promovido pela ABECE e Gerdau.

Com previsão de atendimento a 20 mil usuários por dia, a estação está preparada para suportar o movimento diário de até 50 mil usuários.

FICHA TÉCNICA:

Data da Obra: 2011 / 2012
Local: Tijuca, Rio de Janeiro
Cliente: OAS

11 de junho de 2014